MS é único do Centro-Oeste a apresentar crescimento na indústria em 10 anos

| LIGADO NA NOTíCIA


Pesquisa Anual Industrial do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que Mato Grosso do Sul foi o único Estado da região Centro-Oeste que apresentou crescimento no setor industrial em 10 anos. Com aumento de 6,7% na participação do (VTI) Valor de Transformação Industrial, MS passou da 3ª para a 2ª posição no ranking regional, no período, alcançando 25,4% da produção.

Conforme a pesquisa, o VTI subiu de 6.84 bilhões em 2010, para 20,05 bi em 2018 e caiu para 19,63 bilhões em 2019. Apesar da queda no último ano, o aumento em uma década foi de cerca de 187%

A fabricação de produtos alimentícios é a principal atividade de todos os Estados da região Centro-Oeste.

Conforme os dados, o Centro-Oeste apresentou o maior aumento em participação no VTI da indústria brasileira em 10 anos (1,1 p.p.). Embora o ranking estadual seja liderado por Goiás (47,3%), o destaque regional foi a indústria do Mato Grosso do Sul (25,4%), que, em 10 anos, aumentou a participação em 6,7 p.p (pontos percentuais), com ênfase na expansão da produção de papel e celulose e de biocombustíveis, que praticamente dobraram a participação estadual em 10 anos.

Os dados mostram que apesar de liderar, Goiás apresentou queda em p.p. na área, em 10 anos, passando de 49,8 para 47,3.

As três principais atividades do Mato Grosso do Sul, complementadas pela indústria alimentícia, concentraram cerca de 78,7% do VTI estadual, revelando forte concentração produtiva e, consequentemente, dependência desses mercados. Mato Grosso (23,4%) e o Distrito Federal (3,9%) completam o ranking da Região, ambos com forte predominância da indústria de alimentos.